Bibliothèques Virtuelles Humanistes #DayofDH

Bibliothèques Virtuelles Humanistes

BVH

The project «Bibliothèques Virtuelles Humanistes» was created in 2002 by the Centre d’Études Supérieures de la Renaissance CERS, with the help of the Institut de recherche et d’histoire des textes IRHT – humanism section. It also makes information available on its blog Les Bibliothèques Virtuelles Humanistes using the platform hypothèses.

BVH_01 BVH_02 BVH_03

It offers facsimile of renaissance documents scanned by the project partners, we can access the works through simple search (title, author, date, edition, classification number), advanced search (using the various fields of the bibliographic record), there is also available lists by author or title, being possible to sort by author, title or date. Access to the digitalized work is done by clicking on the artwork. There is the possibility to read the work summary (in an popup window) or view the thumbnail images. When browsing the work we have the page number information where we are, the chapter reference is given only when changing chapters. Zooming the image opens a popup window, to soom into the next page it’s necessary to close the current page and soom in the next one. There’s no way to browse through the zoomed in pages.

BVH_04 BVH_05 BVH_06 BVH_06a

The Epistemon – Corpus of Renaissance texts, textual database, with transcription of documents to XML-TEI – is searchable using the elements of the bibliographic record or by keyword. When we make a cross-search among the elements of the bibliographic record and the keyword, we are led to the page, section and paragraph that matches the search parameters. The rules used in the transcription are available on-line. We may also access the work and simultaneously see the facsimile and text version of the work.

In the section of the manuscripts, documents from the XV and XVI centuries are being transcribed for TEI.

BVH_07 BVH_08 BVH_09

In the section on iconography, it’s available a search using ICONCLASS, when we reach the picture we want, information about the work it belongs to is presented. It iIs also available a database with initial letters, and another one with printers’ marks and with portraits, in every case the reference is made to the work of origin.

Bibliothèques Virtuelles Humanistes

O projeto «Bibliothèques Virtuelles Humanistes» foi criado em 2002 pelo Centre d’Études Supérieures de la Renaissance  – CERS, com a colaboração do Institut de recherche et d’histoire des textes  – IRHT  secção de humanismo. São também os responsáveis blogue Les Bibliothèques Virtuelles Humanistes na plataforma hypothèses.

É disponibilizado em linha o fac-simile de obras renascentistas, digitalizadas pelos parceiros do projeto. Pode-se aceder às obras através da pesquisa simples (título, autor, data, edição, cota), pesquisa avançada (os vários campos da ficha bibliográfica), mas também está disponível uma lista por autor ou título, sendo possível fazer a ordenação por autor, título e data. O acesso à obra digitalizada é feito clicando na obra. Existe a hipótese de se consultar o sumário da obra (abre noutra janela) ou o thumbnail das imagens. Quando se navega na obra há a referência à página em que nos encontramos, a referência ao capítulo apenas aparece na página da mudança. O zoom abre a imagem numa outra janela, não havendo a hipótese de se navegar com as imagens aumentadas.

No Epistemon – Corpus dos textos da renascença, é uma base de dados textual, com transcrição dos documentos para XML-TEI. A pesquisa é realizada através dos elementos da ficha bibliográfica ou através de palavra no texto. Fazendo a pesquisa cruzada entre os elementos da ficha bibliográfica e a palavra a pesquisar somos conduzidos à página, secção, paragrafo em que a pesquisa se enquadra. Estão disponíveis em linha as regras utilizadas na transcrição. Podemos também aceder à obra e ver em simultâneo o fac-simile  e a versão texto da obra.

Na secção dos manuscritos estão a transcrever documentos séc. XV e XVI para TEI.

Na secção de iconografia, disponibiliza-se a pesquisa através do Iconclass. Quando se encontra a imagem pretendida temos também a referência à obra em que se encontra. Também está disponível uma base de dados com as letras capitulares, outra com as marcas dos impressores, e com os retratos, nos vários casos é feita a referência à obra de origem.